header image

Facilita o sucesso escolar

Facilita o sucesso escolar

Alguns dos países mais avançados (Estados Unidos, Austrália, Grã-Bretanha, Alemanha, Noruega e França) introduziram experiências e/ou programas específicos de educação diferenciada como meio para reduzirem o fracasso escolar e melhorarem os resultados dos rapazes.

A Comissão Europeia reafirmou o objetivo de, em 2020, o abandono escolar ser inferior a 10 por cento em toda a UE. Em 2011, o abandono educativo, percentagem de jovens entre os 18 e os 24 anos que não completou a educação secundária obrigatória, situa-se em 13,5% (11,6% no caso das raparigas contra 15,3% dos rapazes).

Os dados publicados pelos organismos internacionais refletem que a componente sexual é determinante nos números do fracasso escolar, cada vez maior entre os rapazes, com especial incidência em países como: Malta (38,9%), Espanha (31%), Portugal (28,2%), Islândia (22,2%) e Itália (21%).

A educação diferenciada, ao adaptar-se aos ritmos de maturação e aos estilos de aprendizagem de meninos e meninas, consegue bons resultados académicos, contribuindo para reduzir o fracasso escolar.  

Fontes
Early leavers from education and training by sex 2011. % of the population aged 18-24 with at most lower secondary education and not in further education or training. Eurostat.  

TWITTER